Notícias

  08 de Setembro de 2020

'Câncer de mama: juntos, sem medo'

Estamos novamente no mês de outubro, data em que um importante movimento de conscientização é desenvolvido nas escolas, empresas, ruas e instituições de todo o país. Estamos falando do Outubro Rosa que é um movimento que acontece no mundo inteiro, e tem por objetivo a conscientização para o controle do câncer de mama. O tema deste ano: "Câncer de mama: juntos, sem medo", pretende fortalecer as recomendações do Ministério da Saúde para o rastreamento e diagnóstico precoce da doença. 

A proposta do Outubro Rosa 2019 é desconstruir o medo da doença através da divulgação de informações corretas sobre diagnóstico precoce, tratamentos e o convívio com o câncer. "Por esta razão, o Instituto Nacional do Câncer (Inca), lançou a 5ª Edição da Cartilha "Câncer de Mama: vamos falar sobre isso?" revisada e atualizada com informações sobre a doença".

De acordo com informações, até o final do ano de 2019, o Inca estima 59.700 novos casos de câncer de mama, em todo o país. Apenas neste ano o Inca estima 2.190 novos diagnósticos em Santa Catarina, sendo a região Sul do país a que tem a maior taxa de incidência da doença no Brasil. No Estado são 61,9 casos a cada 100 mil habitantes.

O CÂNCER

O câncer de mama é uma doença que acomete mulheres e homens em todo o mundo. Segundo o Ministério da Saúde, é o tipo de câncer mais comum entre mulheres, depois do câncer de pele não melanoma.

Uma a cada três mulheres pode ser curada se o câncer for descoberto logo no início. Todo o esforço do Ministério da Saúde é para que mulheres e familiares falem, discutam e se informem sobre a doença, para desfazer a crença de que o câncer de mama é uma sentença de morte ou um mal inevitável, ou incurável.

O câncer se origina da multiplicação desordenada das células mamárias, que gera células anormais, formando um tumor. No mundo, a incidência de novos casos, a cada ano, corresponde a 25%. No Brasil, o índice é de 28% de novos casos de câncer em mulheres.

Segundo o Inca, há vários tipos de câncer de mama. "Por isso, a doença pode evoluir de diferentes formas. Alguns se desenvolvem muito rapidamente e outros seguem um ritmo mais lento, de acordo com a característica de cada tumor. O sintoma mais comum do câncer de mama é o aparecimento de um nódulo, geralmente indolor, duro e irregular. Outros sintomas, como o edema de pele, dor e inversão do mamilo também podem indicar o surgimento da doença”.

Cerca de 80% dos casos de câncer de mama são descobertos pelas próprias mulheres. Fazer o autoexame é fundamental para o diagnóstico precoce da doença. Todos os sintomas devem ser investigados através de exames clínicos e complementares. Quando detectado precocemente é possível fazer um tratamento menos agressivo.

O câncer de mama também acomete homens, porém é mais raro e representa menos de 1% do total de casos da doença.

OUTUBRO ROSA

O movimento, conhecido como Outubro Rosa, é celebrado anualmente desde os anos 90. O objetivo da campanha é compartilhar informações sobre o câncer de mama e, mais recentemente, câncer do colo do útero, promovendo a conscientização sobre as doenças, proporcionando maior acesso aos serviços de diagnóstico e contribuindo para a redução da mortalidade.

O nome da campanha remete à cor do laço que é um símbolo internacional usado por indivíduos, empresas e organizações na luta e prevenção do câncer de mama. É por esse motivo que durante esse mês a cor rosa ilumina a fachada de diversas instituições públicas e privadas com o objetivo de promover e indicar a adesão ao movimento.

O Hospital e Maternidade Oase apoia essa causa e trabalha a conscientização sobre a importânica da prevenção com suas colaboradoras.